Às ondas… do castelo para o mundo

--- Autor ---

Lisboa, 1842. Ocupado por instalações militares – incluindo uma penitenciária – o Castelo de São Jorge viria a ter uma importância nuclear na estética da cidade. O engenheiro militar Eusébio Furtado, ao tempo governador de armas do castelo, ordenou aos presos – chamados “grilhetas”- o calcetamento de parte do pavimento, com pedras calcárias pretas e […]

Ler mais