Hotelaria de luxo na cidade de Lisboa

A quota de mercado de cada uma das diferentes tipologias de alojamento hoteleiro na cidade de Lisboa tem-se mantido relativamente inalterada desde 2011, apresentando uma distribuição algo desequilibrada, face ao que seria expectável. A distribuição por tipologias das unidades de alojamento de mercados mais maduros apresenta, na generalidade dos casos, uma estrutura piramidal, com unidades de alojamento de 1/2 estrelas na base e hotéis de 5 estrelas no topo. Contudo, na cidade de Lisboa 74% dos hotéis são de 4* e 5*, com percentagens de51% e 23% respectivamente. A acrescer a este facto temos um pipeline para os próximos 2 anos que vem reforçar ainda mais a importância destes dois segmentos no contexto da cidade.

A oferta atual de hotéis 5 estrelas é superior a 4.500 quartos, com especial concentração na zona central da capital, nomeadamente a Avenida da Liberdade e imediações. É neste segmento que se regista o maior número de unidades cuja gestão é da responsabilidade de cadeias hoteleiras (85%), nacionais (56%) ou internacionais (44%), e na generalidade possuem ratings interessantes em plataformas como Booking.com (entre 9 e 9.5 em 10) e Tripadvisor (entre 70% e 90%). Mas constituirá a oferta hoteleira de 5* da cidade de Lisboa uma oferta de luxo?

Numa cidade onde, segundo dados do Observatório do Turismo de Lisboa, o preço médio conseguido pelas unidades de 5 estrelas da cidade foi, em 2015, de €134,94/noite (os dados acumulados até Agosto de 2016, apontam já para uma subida, fixando-se nos € 139,37) consideramos que, para além de todas as políticas e ações que têm vindo a ser colocadas em prática pelos organismos e instituições responsáveis – e com resultados à vista –, a cidade necessita de outra dinâmica no que à hotelaria de luxo diz respeito.

Marcas hoteleiras posicionadas no segmento de luxo a nível mundial, quando presentes numa cidade, além de conferirem glamour, contribuem também para o incremento do preço médio/quarto. Assim, importa perguntar quando é que a cidade de Lisboa terá hotéis de marcas como Oberoi Hotels & Resorts, Raffles Hotels & Resorts, Rocco Forte Hotels, Capella Hotels & Resorts, Park Hyatt, Shangri-la Hotels & Resorts, Armani Hotels & Resorts, consideradas entre as 10 marcas de hotéis mais luxuosas do mundo?

É sabido que algumas destas marcas do segmento high end vêm tentando entrar neste mercado há já vários anos, mas sem sucesso até à data.

De salientar, no entanto, a presença já em Portugal de marcas como Four Seasons Hotels & Resorts, Six Senses Hotels Resorts & Spas, Conrad Hotels & Resorts, Belmond, entre outros, bem como os anunciados Viceroy Hotels & Resort e W Hotels Worlwide. Estas unidades são um importante contributo para a qualificação da hotelaria a nível nacional e líderes em termos de preço médio/quarto nos destinos onde operam.

Sobre o autor

Karina Simões Vice President Hotels & Hospitality Group, Portugal

Ingressei na JLL em 2015 como Vice Presidente da JLL Hotels & Hospitality Group, Portugal. Anteriormente, trabalhei ao longo de 15 anos na Neoturis, empresa de consultoria em turismo de referência a nível nacional, participada pela CBRE. Enquanto Manager, tive como responsabilidade a realização de definições de conceitos de Hotéis e Resorts, análises de mercado, validação de conceitos, desenvolvimento de manuais de procedimentos, reposicionamentos, estudos de mercado e viabilidade económico-financeira, estratégias de marketing, avaliações, negociação de contratos de gestão com cadeias hoteleiras internacionais, entre outros. O âmbito da análise foi não só o território nacional, mas também outros países tais como Espanha, Itália, Grécia, Turquia, EUA e Brasil. Sou licenciada em Gestão e Planeamento em Turismo pela Universidade de Aveiro, com especialização em Strategic and Financial Management, curso leccionado por professores da Universidade de Cornell. Tenho também uma Pós-graduação em Gestão e Avaliação Imobiliária (ISEG).

Partilhe este post

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*